Bykis julho
RURAL

Colheita de citros avança e semeadura de trigo desacelera no RS


01-07-2022 - 13:30
COMPARTILHAR
icon-facebook icon-twitter icon-whatsapp
126 visualizações


Pixabay


A colheita de citros progride no Estado, segundo o Informativo Conjuntural da Emater/RS-Ascar desta semana. Em algumas localidades, como Rosário do Sul, 90% da área plantada com bergamotas e 72% da área plantada com laranjas foram concluídas.


Apesar das chuvas, a região de Passo Fundo encerrou a colheita de Caí e segue a da Ponkan, mas parte da produção das variedades Rubi e Iapar foi direcionada para a indústria. Diversas variedades de citros apresentaram melhora na qualidade na área de Santa Rosa e as variedades precoces já estão aptas para o consumo. Na regional de Lajeado, as mais adiantadas são as colheitas de Caí e Ponkan, além das laranjas precoces: Céu Precoce, de umbigo Bahia, Shamouti e Salustiana.


Com condições climáticas desfavoráveis para o desenvolvimento e manutenção da sanidade das plantas e frutas devido à umidade relativa do ar e do solo foi excessiva e frequente, os citricultores da região de Caxias do Sul relataram dificuldades de realizar tratamentos fitossanitários. Além disso, os pomares de laranjeiras de umbigo apresentam considerável queda de frutas e as bergamoteiras precoces estão com frutas de calibre abaixo do esperado em função dos efeitos da estiagem no verão.


Semeadura de trigo avança com lentidão

Na última semana, os produtores de trigo encontraram muita dificuldade em ampliar ou finalizar a implantação da cultura devido ao predomínio de dias chuvosos e da alta umidade. Sendo assim, a semeadura avançou apenas 3% na comparação com o relatório anterior.


O atraso na implantação da cultura em relação ao planejamento inicial causa apreensão, pois o período de colheita pode competir com a época de instalação das lavouras de verão. A estimativa de cultivo de trigo no Estado para a safra 2022 é de 1.413.763 hectares, e a produtividade estimada é de 2.822 kg/ha.


A presença de umidade beneficiou a germinação e a emergência dos solos é uniforme, mas as plantas apresentam a primeira folha do embrião muito fina, de coloração amarelada e com o desenvolvimento lento devido à falta de luminosidade.

MAIS LIDAS DA SEMANA

MAIS LIDAS DA SEMANA

VER MAIS NOTÍCIAS

OPINIÃO

TOP 10